.

.
Estamos com mais 4.514.900 de acessos, graças a você leitor. É grande aceitação do nosso blog em todos os lugares. Obrigado a todos e continue acessando!!!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

PF realiza operação para buscar 149 joias de Adriana Ancelmo no Rio

Image title
A Polícia Federal realiza, na manhã desta sexta-feira (23), uma operação para tentar encontrar as joias da ex-primeira dama do Estado do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo. A ação é um aprofundamento da Lava Jato no estado para realizar buscas complementares. Desde 6h36, os agentes estão em dois endereços ligados à ex-primeira dama para cumprir mandados de busca e apreensão.

Em um prédio da Rua Lopes Quintas, no Jardim Botânico, eles fizeram buscas em um apartamento onde vive a ex-governanta de Adriana, Gilda Maria de Souza Vieira da Silva. Os policiais deixaram o local às 7h52. O outro local onde os agentes realizam buscas é um prédio em Ipanema, onde mora Nusia Ancelmo Mansur, irmã da ex-primeira dama.
Eles tentam reaver 149 joias, de um total de 189, que teriam sido compradas como uma forma de lavar dinheiro oriundo de corrupção. O ex-governador do estado Sérgio Cabral está preso desde novembro do ano passado.
Este mês, a advogada Adriana Ancelmo foi absolvida pela Justiça Federal, em Curitiba, em processo sobre lavagem de dinheiro e corrupção. O Ministério Público diz que vai recorrer e já apresentou nova denúncia.
Segundo as investigações, joias e pedras preciosas compradas pelo casal são, sim, prova de crime. Adriana e Sérgio gastaram mais de R$ 11 milhões em joalherias, e a maioria das joias ainda não foi encontrada.
Adriana chegou a ser presa no ano passado, mas no fim de março ganhou o direito a cumprir prisão domiciliar. Desde então, ela está no apartamento no Leblon, onde vivia com o ex-governador.
Nusia era funcionária do Tribunal de Contas do Estado, de onde pediu exoneração em dezembro do ano passado. Ela era lotada, desde 2010, no gabinete do conselheiro Aloysio Neves Guedes, que foi eleito presidente do TCE. A irmã de Adriana Ancelmo tinha o salário bruto de R$ 17, 2 mil.
Image title
Image title
Edição: Parnaíba 24 Horas | G1

Nenhum comentário: