.

.
Estamos com mais 4.514.900 de acessos, graças a você leitor. É grande aceitação do nosso blog em todos os lugares. Obrigado a todos e continue acessando!!!

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Mulher é presa no Piauí por golpe do 'falso sequestro' em parceria com marido preso no RJ

Uma mulher foi presa nessa quinta-feira (13) suspeita de aplicar o golpe do 'falso sequestro' por telefone, junto com o marido que está preso no Rio de Janeiro. Segundo a polícia, o flagrante aconteceu quando ela saía de uma agência bancária em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí, com R$ 5 mil que foram depositados por uma vítima. 

"O gerente do banco estranhou a movimentação em valores altos na conta da suspeita e acionou a polícia. Os policiais aguardaram a mulher sacar o dinheiro oriundo de um dos golpes e fizeram a abordagem na saída", relatou o capitão Ivanaldo, subcomandante do 11ª Batalhão da Polícia Militar, que fez a prisão. 

Conforme o capitão, a mulher confirmou que aplicava o golpe do falso sequestro em parceria com o marido, preso por tráfico de drogas em uma penitenciária do Rio de Janeiro, local de origem das ligações. Ela contou ser responsável por sacar o dinheiro depositado pelas vítimas, enquanto o marido entrava em contato com as vítimas. 

"A suspeita relatou que o depósito era feito mediante falsas ameaças de que parentes das vítimas seriam mortos. Quando o dinheiro caía na sua conta, ela sacava e depositava em outra suspostamente do companheiro. A mulher foi autuada por receptação e encaminhada à Delegacia de São Raimundo Nonato", revelou. 

Ao conferir a ficha da suspeita, os policiais encontraram uma passagem dela por tráfico de drogas no presídio de Brasília e um boletim de ocorrência de uma vítima do golpe no Mato Grosso do Sul. O B.O. continha o nome da suspeita, já que o companheiro indicava a conta bancária e nome da titular, para o depósito ou transferência. 

O G1 teve acesso ao documento registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Aquidauana, em que uma viúva relatou ter recebido uma ligação de uma pessoa chorando, afirmando ser sua filha, que teria sido sequestrada. 

Na mesma ligação, o falso sequestrador entra na conversa e cobra o valor de R$ 50 mil pelo resgate. A vítima diz ter apenas R$ 18 mil, então o estelionatário combina de enviar um táxi para pegá-la e levá-la ao banco para fazer o depósito. 

O taxista não estaria envolvido no caso e, inclusive, segundo o relato, foi quem desconfiou de que a mulher estava sendo vítima de um golpe. A vítima deveria dizer a ele que o falso sequestrador era seu filho, para que não levantasse suspeitas. 

De acordo com o relato da vítima, o falso sequestrador retornou a ligação para que a mulher confirmasse a história ao taxista e então repassou, neste momento, os dados da conta onde o dinheiro deveria ser depositado, inclusive com o nome da destinatária (sua esposa). 

Conforme relatado no B.O., o "taxista suspeitou do depósito e fez contato com a família da vítima, que conseguiu falar com a sua filha. O genro então foi até a agência e relatou o fato ao gerente, que bloqueou a conta, mas o autor tinha sacado uma quantia não definida". 

A mulher, presa no Piauí, responderá por estelionato. A conta usada nos golpes foi bloqueada.
Fonte: G1 PI  -  Edição: Parnaíba 24 Horas

Nenhum comentário: