Estamos com mais 5.679.510 de acessos, graças a você leitor. É grande aceitação do nosso blog em todos os lugares. Obrigado a todos e continue acessando!!!

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Padrasto de soldado que morreu em acidente faz desabafo emocionante

O padrasto do soldado Pedro Henrique Pimentel, que morreu após um grave acidente envolvendo um caminhão do Exército na PI-113 no último domingo (09/07), fez um desabado emocionante através de um vídeo divulgado através do Facebook.
Antônio Marcos Oliveira Santos é mecânico e com a voz embargada falou do carinho que tinha pelo enteado e que o criou para ser um homem de valor e que sentia muito orgulho dele.
No dia do acidente 26 soldados estavam em um caminhão, junto a um comboio que estava na obras de construção na BR-222. Na volta para Teresina o veículo perdeu o controle e acabou tombando. Pelo menos quatro soldados ainda estão internados em estado grave na capital.
VEJA O VÍDEO DO DEPOIMENTO
Confira a seguir, na integra, o depoimento dele:
Bom dia a todos. Me chamo Antônio Marcos Oliveira Santos, sou o padrasto do soldado Pimentel, que veio a óbito no domingo. Estou aqui gravando esse vídeo porque eu não consegui falar com ninguém. Quem me conhece sabe que não sou de demonstrar emoções, não sou de sentir uma coisa que dilacera como essa por muito tempo, eu procuro bloquear.
Vocês estão me vendo com minha roupa de trabalho, no meu ambiente de trabalho, porque é o ambiente que foi criado, ensinado, da melhor maneira possível.
Se eu falhei, se eu não falhei, não posso afirmar, por mais que você faça, nunca é suficiente.

Quando ele resolveu ingressar nas forças armadas, eu disse a ele: “é uma escola, uma instituição séria, que sempre vai te apoiar, mas se eu briguei contigo, se eu corrigi e te disciplinei, lá, multiplique por mil, porque lá é onde os homens são forjados, ensinados, levados há exaustão pra que possam defender a nação e as famílias do país”
Portanto, eu agradeço ao exército por tê-lo acolhido. Infelizmente ele foi uma baixa, estava em missão, cumpriu, na volta aconteceu essa fatalidade, não vou discutir as condições, porque isso não vem ao caso. Eu respeito muito a instituição, e ela deu todo apoio, se prontificou a tudo.
Se ele não tivesse falecido, quem sabe até onde ele chegaria. Era um sonho dele, acho que alimentei esse sonho, porque eu criei um homem pra ser homem, pra ser respeitador, gentil e respeitar o próximo, quem o conheceu sabe do que estou falando.
Eu disse a ele “...Um homem para viver precisa ter um proposito, porque viver por nada é o mesmo que estar morto. ” Quem tem seus filhos, dê carinho, dê amor, abrace, diga que o ama. Eu fiz isso muito pouco com ele, porque eu achei que isso seria um lado de fraqueza. Eu treinei ele pra ser homem, ser duro, valente e não se dobrar diante das intempéries da vida. Estou orgulhoso da pessoa que ele se tornou, da pessoa que ele era, amável, respeitador e honesto, acima de tudo.
Fica aqui meu desabafo, fica aqui o meu mais profundo agradecimento a todos que apareceram. Vou postar no Facebook porque eu acho que todos eles verão, e eu estou fardado para trabalhar. Porque nós todos temos que vestir uma farda de pai, marido, cidadão. É assim que um homem e uma mulher devem se comportar. Cada um com seu lugar no mundo, tentando fazer dele um lugar mais justo. Obrigada a todos e tenham um bom dia.
Edição: Parnaíba 24 Horas - 180

Nenhum comentário: