.

.
Estamos com mais 4.514.900 de acessos, graças a você leitor. É grande aceitação do nosso blog em todos os lugares. Obrigado a todos e continue acessando!!!

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Polícia investiga causas da morte de mulher em casa de prostituição

No início da manhã de domingo (02/07), uma mulher identificada como Cristina Pereira de Sousa, de 34 anos, foi encontrada morta em uma casa de prostituição no bairro Lourival Parente, na zona sul de Teresina.
De acordo com a Polícia Militar, o corpo da vítima foi encontrado em um dos quartos do prostíbulo com uma marca de sangue no rosto. Há ainda, sinais de lutar corporal no quarto, que estava com objetos revirados. Informações dão conta que a mulher estaria no local acompanhada de um homem ainda não identificado.
Segundo o coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Francisco Costa, o ‘Bareta’, o ferimento que a vítima apresentava na altura do queixo não era suficiente para as investigações. “Essa ocorrência foi atendida pela Delegacia de Homicídios, recebemos a noticia, os policiais de plantão se deslocaram juntamente com o delegado Danúbio, lá foi feito todo o levantamento. Os policiais ao conversarem com o médico legista de plantão foi categórico ao afirmar que o ferimento que ela apresentava  na altura do queixo não era suficiente para levar ela a morte, por isso ele colheu o material no corpo dela para que fosse realizar um exame toxicológico. Nós temos a materialidade do fato mas não temos a materialidade do crime. A calota ucraniana estava perfeita, partes internas do corpo também não tinham nada, a princípio nós temos uma morte sem indícios de crime, há informações que ela era usuário de drogas e fazia programas naquele local”, declarou.
A mãe da vítima nega que a filha seja garota de programa. “Ela usava drogas, mas ela não comprava droga fiado na mão de ninguém, ela não fazia mal a ninguém, era uma boa filha, boa amiga, ela foi para usar droga dentro do quarto com um homem e não sei o que aconteceu. Ela morava com a Lenice porque a Lenice era madrinha dela”, afirmou.
Edição: Parnaíba 24 Horas - Fonte: Meio Norte

Nenhum comentário: