.

.
Estamos com mais 4.514.900 de acessos, graças a você leitor. É grande aceitação do nosso blog em todos os lugares. Obrigado a todos e continue acessando!!!

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Três militares do Exército continuam na UTI em estado grave

Um novo boletim médico informando sobre o quadro de saúde dos militares que sofreram um grave acidente, no dia 9 de julho de 2017, foi divulgado nesta quinta-feira (13). Os quatro feridos graves estão internados em um hospital particular localizado no Centro de Teresina. Até o momento, não previsão de alta nem de possíveis sequelas. 
Em entrevista ao Jornal do Piauí, o coordenador da Unidade de Tratamento Intensivo, o médico Marcelo Burlamarqui, atualizou o estado de saúde dos quatro militares que apresentam quadro mais grave: “o ponto positivo é que nós conseguimos hoje desligar a sedação de três”, declarou Burlamarqui, acrescentando que aguarda a resposta neurológica dos pacientes. Todos os quatro tiveram traumatismo craniano. 
“Dos quatro que chegaram ao hospital um já recebeu alta ontem, o Matheus, que chegou a fazer um procedimento cirúrgico porque teve um aprofundamento craniado, mas está tudo bem. Foi realizado uma limpeza cirúrgica e ele já está no apartamento”, disse o médico.
O médico explicou que essa resposta neurológica é variável e depende de cada paciente. 
“Cada um teve um grau diferente de lesão neurológica. Então, depende mesmo de cada edema cerebral. Como eles são jovens a expectativa de que em 24, 48 horas a gente já tenha algum grau de resposta”, conta. 
De maneira resumida, o médico relatou como está o quadro de saúde dos outros três pacientes:
Geovane do Nascimento: “Além do traumatismo craniano também teve um trauma torácico com condução pulmonar. Do ponto de vista neurológico, manteve a pressão intracraniana dentro do normal, desligamos a sedação como falei anteriormente. Do ponto de vista torácico, ele teve uma ótima evolução. Ele acordando bem, da maneira que a gente quer, começaremos a aplicar o protocolo de desmame do ventilador, ou seja, retirar ele da ventilação mecânica”.
Identificado apenas como Cássio, o médico falou que o militar teve uma lesão intracraniana mais grave com várias áreas de condução cerebral, mas já houve o desligamento da sedação. “Os outros órgãos estáveis, os pulmões nos preocupam um pouco, mas já estamos trabalhando para melhorar a questão pulmonar”.
Já o militar Douglas passou por um procedimento na mandíbula e chegou a fazer uma traqueostomia para poder fazer a correção na mandíbula de maneira adequada. Não houve intercorrências. A sedação foi retirada e os demais órgãos estão estáveis. 
O médico ressaltou que o Exercito Militar está presente no acompanhamento dos militares internados no hospital. 
Acidente
Um caminhão do Exército que transportava 26 militares tombou na PI 113 próximo a cidade de Barras, a 119 km de Teresina: um morreu e 25 oficiais ficaram feridos. O acidente ocorreu às 13h na altura do povoado Cantinho, entre Barras a Cabeceiras, no dia 9 de julho deste ano. Os militares faziam guarda de uma ponte no município de Batalha e estavam fazendo a troca de plantão no revezamento. 
cidadeverde.com - Edição: Parnaíba 24 Horas

Nenhum comentário: