sábado, 22 de novembro de 2014

Desempenho da indústria alcança 50,8 pontos e melhora em outubro

O desempenho da indústria teve uma leve melhora em outubro, informou hoje (20) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados estão na Sondagem Industrial e mostram que, pela primeira vez em 11 meses, o indicador de evolução da produção ficou acima da linha divisória dos 50 pontos: alcançou 50,8 pontos. A escala varia de 0 a 100.
A CNI informou também que o ritmo de queda do número de empregados diminuiu e o indicador de utilização da capacidade instalada aumentou de 72% em setembro ante 73% de outubro. Mesmo com a melhora, na avaliação dos técnicos, “a atividade industrial segue fraca, abaixo da observada no mesmo mês de anos anteriores": tradicionalmente, outubro e novembro são meses de maior atividade na indústria.
Os dados mostram também que, em outubro do ano passado, o indicador de evolução da produção era 54,5 pontos. Em 2014, ficou em 50,8 pontos. As grandes empresas foram responsáveis pelo aumento da produção, na comparação com setembro.
O indicador de evolução do número de empregados ficou em 47,1 pontos, abaixo da linha divisória de 50 pontos, quando em outubro do ano passado era 49,9 pontos. O estoque efetivo em relação ao planejado ficou em 51 pontos, acima da linha divisória dos 50 pontos, o que indica que as empresas estão com estoques indesejados.
Para os próximos seis meses as expectativas dos empresários industrias continuam negativas. A Sondagem Industrial mostra que o indicador de expectativas em relação à demanda ficou em 50 pontos, o de quantidade exportada recuou para 48,2 pontos, o de número de empregados ficou em 47,9 pontos e o de compras de matérias-primas chegou a 46,4 pontos.
A pesquisa foi feita entre 3 e 12 de novembro, com 2.236 empresas. Do total, 892 são pequenas, 801 médias e 543 de grande porte. 
Fonte: EBC

INSS paga novembro e a 2ª parcela do 13º a partir de segunda-feira

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), começa pagar na próxima segunda-feira (24), a segunda parcela do 13º salário para os segurados da Previdência Social. O pagamento da folha de novembro também começa na segunda-feira e vai até o dia 5 de dezembro. No total, 27.6 milhões de benefícios terão direito ao 13º salário. Serão investidos R$ 14,4 bilhões nesta parcela da gratificação natalina. Somente na economia do Piauí o INSS, injetará mais de R$ 816,3 milhões.

Em todo o Brasil, a folha do INSS de novembro vai pagar mais de 32 milhões de benefícios. Para isso, vai investir R$ 29,6 bilhões. Incluindo o pagamento da gratificação natalina, a folha do INSS em novembro ultrapassa os R$ 44 bilhões. Essa diferença entre a quantidade de benefícios da folha e o número de benefícios ocorre porque nem todos os segurados têm direito a receber 13º salário. Por lei, os segurados que recebem benefícios assistenciais (LOAS) não têm direito ao 13º, o que corresponde a cerca de 4,2 milhões de benefícios.


Piauí – De acordo com dados do INSS, no Piauí, ao todo, serão injetados na economia mais de R$ 816,3 milhões com o pagamento da folha de novembro e a gratificação natalina dos aposentados e pensionistas. Serão investidos mais de R$ 614,6 milhões para pagar a folha de novembro e mais de R$ 201,6 milhões para bancar o 13º. O INSS mantém hoje no estado mais de 590,8 mil benefícios. Destes, 516,1 mil têm direito a receber o 13º.

O contracheque pode ser acessado na Agência Eletrônica no site da Previdência Social ou nos terminais de autoatendimento do banco em que o segurado recebe o benefício. Haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nesta segunda parcela.

Calendário - Os depósitos começam nesta segunda-feira (24) para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, descontando-se o dígito. Os segurados que recebem acima do mínimo terão seus benefícios creditados, a partir do dia 1º de dezembro.

Valor da segunda parcela do 13º - Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. Haverá desconto de IR nesta parcela. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período.

Histórico - A primeira antecipação do 13º dos aposentados do INSS foi em 2006, resultado de acordo firmado entre o governo e as entidades representativas de aposentados e pensionistas. O acordo estabelecia que a antecipação ocorresse até 2010. O governo, atendendo à reivindicação dos aposentados, manteve a antecipação este ano, colaborando, também, para o aquecimento da economia.

ATENÇÃO: CURSO EXCLUSIVO EM PARNAÍBA - OPERADOR DE MÁQUINA RETROESCAVADEIRA


VOCÊ JÁ IMAGINOU GARANTIR UM SALÁRIO INICIAL DE 2.000,00 A 5.000,00 MIL REAIS?AGORA FICOU FÁCIL!!!
VAGAS PARA O CURSO EM PARNAÍBA CORRA E GARANTA A SUA, NÃO DEIXE ESCAPAR ESTA GRANDE OPORTUNIDADE, FAÇA JÁ O CURSO “OPERADOR DE MÁQUINA RETROESCAVADEIRA” COM AULAS TEÓRICAS E PRÁTICAS, CERTIFICADO E CARTA DE ENCAMINHAMENTO. INSCRIÇÃO NA ASSOCIAÇÃO DOS PESCADORES DE PARNAÍBA LOCALIZADA NA RUA DO MINISTÉRIO DO TRABALHO AO LADO DO PARAÍBA NO CENTRO.

TRABALHAMOS COM OS CARTÕES : VISA, MASTER, HIPERCARD E CREDISHOP
MAIORES INFORMAÇÕES  (86) 3303-4651 CLARO FIXO / 9403-8364 CLARO MÓVEL / 9999-5718 TIM / 8815-7640 OI / 8166-7367 VIVO
OU CLICK AQUI E VÁ DIRETO AO SITE PARA CONFERIR MAIORES INFORMAÇÕES SOBRE O QUE ESTAMOS ANUNCIANDOwww.uniqevolucao.com.br

REALIZAÇÃO: UNIQ-UNIVERSIDADE DA QUALIFICAÇÃO "CAPACITANDO PROFISSIONAIS HÁ 26 ANOS"!
RUA DESEMBARGADOR FREITAS 1487 CENTRO NORTE TERESINA PIAUÍ

Tempos de intolerância: casos de injúria racial e racismo crescem no Piauí

O piauiense adora dizer que é acolhedor. E geralmente é. Mas o Piauí tem dado mostras que ainda guarda velhas e condenáveis práticas sociais. A intolerância é uma delas. A discriminação, por exemplo, ainda chama atenção. De acordo com dados da Delegacia Especializada de Repressão às Condutas Discriminatórias, cresceram no estado os casos de injúria racial e racismo. O cenário preocupa o movimento negro no Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. Em alguns setores, a sensação é de que se voltou no tempo.
Imagem ilustrativa 
Em 2013, a Polícia Civil registrou 103 boletins de ocorrência por injúria racial. Entre janeiro e outubro de 2014, já são 94 casos de injúria racial e, mais grave, um de racismo. Caso a média se mantenha, a quantidade de B.O. deve superar a do ano passado.
 
Os números alimentam uma grande contradição. De acordo com o Laboratório de Análises Econômicas, Sociais e Estatísticas das Relações Raciais (Laeser), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), 71% da população de Teresina se declaram negros ou pardos. A estatística faz parte do Mapa da População Preta & Parda no Brasil, divulgado em novembro de 2011. Segundo o levantamento, Teresina é a segunda capital do Nordeste e a sétima do país em quantidade de negros e pardos.
 
O que, então, explica a quantidade crescente de casos de intolerância? A modelo Nubia Passos tem uma versão. "O racismo sempre existiu. Acho falta de cultura e racionalidade perpetuar esse tipo de postura. Mas acredito que é a própria sociedade que muitas vezes contribui para esse tipo de preconceito".
Mulher, negra, nordestina e piauiense de Jardim do Mulato, pequeno município do interior do Piauí localizado 140 quilômetros ao Sul de Teresina, Nubia aos poucos vê sua carreira deslanchar em São Paulo, um estado declaradamente conservador e, apesar de heterogêneo, intolerante. Nem na capital paulista, nem em Teresina, nem no interior piauiense, porém, ela sofreu com o preconceito. O mesmo não pode dizer do professor universitário Alcione Corrêa.
Em fevereiro deste ano, ele foi vítima da intolerância racial que se espalha como um câncer, degenerando a sociedade e matando aos poucos quem é excluído. Docente da Universidade Federal do Piauí (UFPI), ele foi cuspido por um adolescente enquanto passeava de bicicleta na avenida Dom Severino, na zona Leste da capital.

À época, Alcione preferiu não registrar boletim de ocorrência. Ele se justificou dizendo que temia retaliações. “Estava passando de bicicleta quando o adolescente dentro do carro cuspiu em mim. Percebi que era um ato de discriminação quando vi que ele estava sorrindo. O fato de ser negro piora tudo. Se eu tivesse em outro carro e bem vestido, ele jamais iria cuspir em mim”, disse após o ocorrido.
 
O caso mais grave, entretanto, foi registrado no Centro de Teresina, quando uma senhora negra foi impedida de entrar em um estabelecimento comercial por causa da cor da sua pele. Desrespeitada, ela registrou boletim de ocorrência. A Delegacia Especializada de Repressão às Condutas Discriminatórias apurou o caso, confirmou a suspeita e indiciou a proprietária do estabelecimento por racismo. A Polícia Civil não revela as identidades de vítima e acusada.
 
Delegado Sebastião Escórcio 

O caso agora está com o Ministério Público Estadual. É ele que decidirá se apresenta ou não denúncia. Caso a proprietária seja denunciada, julgada e condenada, pode pegar até cinco anos de reclusão.
 
Tempo perdido
 
Militante do Movimento Coisa de Nego há 20 anos, Assunção Aguiar crê que o aumento do número de casos de injúria racial e racismo no estado é resultado de uma série de fatores e pode não significar exatamente uma sociedade mais intolerante. Mesmo assim, ela revela um sentimento de tempo perdido.
 
“Os números aumentaram porque estamos dando maior visibilidade aos casos de injúria e racismo. Hoje as pessoas têm coragem de ir à delegacia, dizer que foram ofendidas e reivindicar seus direitos”, observa. “O que precisamos agora é qualificar essa denúncia. Às vezes não sai daquilo. O máximo que se consegue é, na hora de uma audiência, chegar a um acordo. Não vemos gente sendo punida por ofender a honra de um negro”, complementa.
 
Para Assunção, avanços na área só serão novamente realidade quando o Governo do Estado voltar a atuar de mãos dadas com o movimentos sociais. Segundo ela, o movimento negro foi esquecido nas gestões de Wilson Martins (PSB) e Zé Filho (PMDB).
 
“Onde tem vontade política dos gestores, as coisas são mais visíveis. A realidade de quatro anos para cá é de tristeza quando se trata de igualdade racial. Não há compromisso. Não temos nada. A gente precisa reconhecer os avanços e também os retrocessos. Conseguimos avançar enquanto Brasil, mas as ações concretas no Piauí diminuíram”, desabafa a militante.

"A realidade da mulher negra"
Ser negra no Brasil é um desafio muito grande. Não é fácil assumir a sua identidade como negra. Os seus cabelos, sua jeito de vestir, a sua cultura, em especial, a sua religiosidade. Isso não é diferente para mim como mulher negra e militante do movimento negro que sou. Foram inúmeras situações de constrangimento e discriminação por mim vivenciado. Simplismente por ser negra. O emprego que não assumi em um escritório de foi por eu não me adequar a um padrão que eles procuravam. E a maior lição herdada por mim nessa caminhada é a certeza que a história do meu povo é rica, bonita, e que a minha luta em prol da identidade negra contra qualquer tipo de preconceito tem valido a pena.
Assunção Aguiar,
Ekede e militante do movimento negro
 
Conquistas
 
Se a bronca com o Governo do Estado nos últimos quatro anos é grande, a satisfação com as conquistas em âmbito nacional é maior ainda. Não é para menos. Ao longo da última década, o movimento negro conseguiu uma série de vantagens. Assunção Aguiar lista algumas delas.
 
“Há muitos pontos positivos, como a política de promoção da igualdade social. Ela permitiu que fossem implementadas ações que melhoram a qualidade de vida das pessoas. Há também a lei das cotas, o programa de saúde da população negra e o estatuto da igualdade racial”, destaca.
 
As perspectivas, contudo, são boas. Pelo menos é o que entende Assunção, que espera um fortalecimento do movimento negro frente ao poder público. “É necessário ter mecanismos com maior poder de articulação, um espaço onde a gente possa dignificar as pautas da população negra”, ressalta.
 
Do alto das passarelas, Nubia só espera um mundo melhor, não só para negros, mas para pardos, amarelos e brancos. “Temos que acabar com qualquer tipo de preconceito e racismo, e compartilhar o amor”.
 Flávio Meireles

Desocupação pacífica da Praça da Santa Casa é iniciada

Barracões sendo removidos durante desocupação da praça.
O trabalho de remoção das barracas da Praça da Santa, no centro de Parnaíba, começou na manhã deste sábado (22/11) com a finalidade de devolver o logradouro a população e para abrigar atividades natalinas este ano. Mas acima de disso dar um lugar digno e devidamente regulamentado para os vendedores que trabalham naquele local.
A Prefeitura de Parnaíba construiu um espaço adequado ao lado do mercado público do Bairro Mendonça Clark. A desocupação da Praça da Santa Casa, que é a Praça Antônio do Monte, ficou conhecida como Praça do Troca-Troca, após mais de 30 anos de ocupação. Destra vez troca-troca é o nome do novo mercado que vai abrigar os vendedores.
Os trabalhadores foram comtemplados com 25 lanchonetes, 23 bancas e 12 boxes. As pessoas que realizavam vendas em cima das calçadas ainda serão contempladas com 28 pedras que são estruturas melhores para revenda de mercadorias. Posteriormente, a praça passará por uma breve reforma para as atividades do natal.
Durante a demolição das velhas estruturas, algumas pessoas ainda permaneciam nos barracões ingerindo bebida alcoólica e jogando pela última vez. As demolições ocorrerão durante este final de semana. Segundo Romualdo Seno, presidente da Empresa Parnaibana de Supervisão de Abastecimento (EMPA), o novo Troca-Troca vai começar a funcionar na quarta-feira (26/11) com previsão para inauguração no final de semana seguinte.
Daniel Santos para o Proparnaiba.com

R$ 135 milhões: Maior prêmio de sorteio regular da mega sena pode ser pago hoje(22)

Divulgação
O sorteio do concurso 1.655 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (22), pode pagar R$ 135 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas - este é o maior prêmio da história dos concursos regulares. O sorteio será realizado em Macatuba (SP), a partir das 20h (horário de Brasília).
Ainda há tempo de fazer sua aposta.

O maior prêmio pago de um sorteio regular da mega sena foi de R$ 119 milhões.

Padre e namorado são presos com 170 quilos de maconha dentro de igreja em Pontezinha-PE

                                                    Divulgação/WhatsApp
Entorpecente foi encontrado dentro de igreja O padre Mário Roberto Gomes de Arruda, da Igreja Apostólica Católica Brasileira, localizada na rua Ernestina Batista, em Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, foi preso na noite da última quinta-feira (20) por tráfico de drogas. Segundo a polícia, cerca de 170 quilos de maconha foram encontrados dentro da paróquia.
Além do religioso, um homem e uma mulher - que não tiveram os nomes divulgados - foram presos suspeitos de envolvimento no crime. Os policiais do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) também apreenderam, dentro da igreja, um revólver calibre 38 e uma carteira de autoridade eclesiástica. Ainda segundo a polícia, o homem que foi preso tinha envolvimento amoroso com o padre.
O religioso e o homem foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima. Já a mulher foi encaminhada a Colônia Penal Feminina, no bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste do Recife. Os detalhes da prisão serão divulgados na tarde desta sexta, às 15h, pelo delegado Sérgio Ricardo.
Na manhã desta sexta, a assessoria de comunicação da Arquidiocese de Olinda e Recife informou, por meio de nota, que o padre havia sido ordenado padre na Arquidiocese de Juiz de Fora, em Minas Gerais, mas não fazia mais parte da Igreja Católica Apostólica Romana. Confira a nota na íntegra:
Esclareço que o citado senhor Mário Roberto Gomes de Arruda foi ordenado padre, na Arquidiocese de Juiz de Fora (MG). Submetido a um processo canônico, que culminou com a perda definitiva e irrevogável do estado clerical, imposta pelo Papa Bento XVI, ele não pode exercer, válida e licitamente, nenhuma função religiosa, na Igreja Católica Apostólica Romana, que não o reconhece mais como padre. Ademais, ele não tem nenhuma vinculação com a Arquidiocese de Olinda e Recife, embora esteja residindo no seu território, por razões pessoais.
Fonte:www.folhape.com.br

Ilha das Canárias é paraíso natural preferido dos europeus no Nordeste

Área de proteção ambiental fica no Maranhão. De cada dez turistas que visitam a região, nove são estrangeiros.

O Tô de Folga dessa sexta-feira (21) vai até a Ilha das Canárias, na divisa do Maranhão com o Piauí. O local é uma das mais bonitas e sossegadas da costa nordestina e faz parte de um arquipélago com 80 ilhas, onde turistas se deslumbram com as belas paisagens e animais da região: dunas, manguezais, igarapés, caranguejos, jacarés e inúmeras aves que fazem os ninhais à beira dos rios.

Clique AQUI e veja matéria completa com vídeo do Jornal Hoje no quadro “Tô de Folga”.


Edição: jornaldaparnaiba.com

Abandone 10 hábitos que favorecem a má digestão

Azia, gases, sensação de estômago pesado e sonolência são sintomas que já acometeram todos nós pelo menos uma vez. Apesar de serem comuns a pessoas com condições crônicas, como a doença do refluxo gastroesofágico, esses males podem surgir em qualquer um que exagerou no prato ou não tomou os devidos cuidados na refeição - mesmo aqueles que seguem uma dieta equilibrada. Confira os conselhos dos especialistas e fique atento aos deslizes que podem causar má digestão: 
Comer muito rápido
Ao comer rapidamente, cometemos dois erros cruciais - não mastigamos direito e não damos tempo suficiente ao nosso cérebro para perceber que estamos comendo. "Quando começamos a mastigar, nosso organismo libera uma enzima que facilita a quebra do alimento, iniciando o processo de digestão", explica o nutrólogo Fernando Bahdur Chueire, da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). Desta maneira, é fundamental triturar bem os alimentos antes de engolir, para que a enzima tenha tempo de agir, facilitando o trabalho do estômago e evitando que o órgão fique sobrecarregado - fator que deixaria a digestão mais lenta. Além disso, cada refeição deve ter duração de pelo menos 20 minutos. "Esse é o tempo médio que leva para o intestino liberar o hormônio que ativa o centro de saciedade do cérebro depois que começamos a nos alimentar", explica. Almoçar em menos tempo que isso não irá proporcionar a sensação de saciedade, fazendo que com a ingestão seja exagerada, dificultando a digestão e favorecendo problemas como refluxo. "Comer demais também torna o processo de digestão mais demorado, causando sensação de mal estar", alerta o nutrólogo. De acordo com o profissional, o ideal é comer até sentir-se bem e não até ficar "cheio". 
Manias à mesa
A gastroenterologista Mara Rita Salum, da Unifesp, explica que os órgãos do sistema digestivo se localizam na caixa torácica e, dependendo da forma como nos posicionamos, eles se comprimem, dificultando o processo digestivo, culminando na má digestão. Por isso, atitudes como comer deitado ou em qualquer posição que não seja ereta afeta diretamente a digestão. Outra mania comum é falar enquanto comemos - isso pode aumentar a ingestão de ar durante a refeição, favorecendo problemas relacionados a gases.
Líquidos durante a refeição
"Quando alguém bebe muito líquido enquanto come, o estômago enche mais, podendo causar mal estar devido ao maior tempo de digestão necessário para esvaziar o órgão", aponta a gastroenterologista Mara. Tomar um copo de suco de até 150 ml, no entanto, não interfere de forma significativa na digestão e pode até facilitar o processo de mastigação. Mas a ressalva fica para as bebidas gaseificadas: elas provocam a dilatação do estômago, levando a uma maior ingestão de comida e prejudicando o processo digestivo. "Acompanhar a refeição com qualquer tipo de bebida não é recomendado apenas para quem sofre de doença do refluxo gastroesofágico, pois aumenta o risco de azia."
Jejum prolongado
Para entender porque o jejum prolongado interfere na digestão, é preciso conhecer o mecanismo do corpo que causa a azia. Na ligação do nosso esôfago com o estômago, temos um órgão chamado esfíncter esofágico inferior, uma espécie de anel responsável por permitir a passagem de comida e se manter fechado quando não estamos fazendo uma refeição. "Ele se abre para o alimento passar do esôfago para o estômago e, em seguida, deve se fechar para reter o que foi ingerido e impedir que os sucos gástricos atuantes na digestão subam para o esôfago, causando a azia", explica o gastroenterologista Ricardo Blanc, da Sociedade Brasileira de Gastroenterologia. Quando uma pessoa fica sem comer, o ácido gástrico produzido normalmente pelo estômago se acumula e pode refluir, irritando o final do esôfago e causando a azia. "Comer a cada três horas mantém o sistema digestivo em funcionamento, sem sobrecarga na produção de ácido gástrico", explica o gastroenterologista Luiz Eduardo Rossi Campedelli, do Hospital Albert Einstein.
Boca seca
Ficar com água na boca não indica apenas que você está com fome - a saliva é parte importante do processo de digestão, pois é ela quem inicia esse processo. É pela saliva que são liberada as primeiras enzimas que ajudam na trituração dos alimentos. Além disso, a saliva ajuda na eliminação de bactérias da cavidade bucal, prevenindo contra cáries e outras doenças. Dessa forma, pessoas que tem a boca mais seca podem ter o processo digestivo prejudicado, já que a saliva não será suficiente. Segundo os especialistas, o uso de determinados medicamentos - entre anti-histamínicos, descongestionantes, analgésicos, diuréticos e remédios para pressão alta e depressão -, tabagismo, abuso de álcool, menopausa e doenças que afetam as glândulas salivares, como diabetes, Parkinson e HIV, são causadores de secura na boca. Ela também pode surgir uma vez ou outra, sem qualquer relação com esses problemas, mas se persistir o ideal é procurar um médico. Algumas dicas para evitar a secura na boca são beber bastante água, mascar gomas ou chupar balas sem açúcar e evitar bebidas com cafeína. 
Fumo e álcool
Você deve estar se perguntando por que o cigarro iria interferir na digestão, já que a fumaça se deposita nos pulmões. A resposta é simples: a nicotina, quando entra na corrente sanguínea, também vai para o sistema digestivo, e lá provoca a diminuição da contração do estômago, dificultando a digestão. "O uso contínuo do cigarro também enfraquece o esfíncter esofágico inferior, aumentando o contato do ácido gástrico com a mucosa esofágica e causando azia", diz o gastroenterologista Luiz Eduardo. Além disso, o tabaco altera o paladar e induz a produção de ácido clorídrico pelo estômago, o que facilita a infecção pelas bactérias Helicobacter pylori, causadoras da úlcera gástrica. Segundo o especialista, o cigarro ainda estimula a ida de sais biliares do intestino para o estômago, tornando suco gástrico mais nocivo ao organismo e intensificando o aparecimento de úlceras.
Com o álcool não é diferente. Quando ingerimos alguma bebida alcoólica, a substância logo é absorvida pelo nosso sistema gastrointestinal, irritando as mucosas do esôfago e do estômago e alterando as membranas do intestino, prejudicando a absorção de nutrientes. "Os resultados podem ser esofagite, gastrite e até diarreia", explica o gastroenterologista Ricardo Blanc. Já no fígado, o álcool vai alterar a produção de enzimas, sobrecarregando o órgão. "Ele passa a produzir mais enzimas para metabolizar o etanol, levando a uma inflamação crônica ou hepatite alcoólica, podendo evoluir para cirrose", completa. Outro órgão afetado pelo excesso de bebidas alcoólicas é o pâncreas, responsável pela fabricação de insulina e de enzimas digestivas. O álcool pode causar uma inflamação no pâncreas, e essa inflamação pode evoluir para uma pancreatite.
Sono inadequado
Descansar após as refeições, tirando um cochilo leve, pode ajudar na digestão porque está relacionada, sobretudo, ao repouso. "Dando um tempo das atividades pesadas, o fluxo sanguíneo permanece focado nos órgãos envolvidos na digestão sem qualquer problema", afirma o nutrólogo Fernando. Além disso, o ideal é repousar com a cabeça levemente inclinada para cima, pois isso ajuda na descida dos alimentos. "Ficar completamente deitado pode favorecer o refluxo ou mesmo atrapalhar a digestão", explica o especialista. A soneca, entretanto, deve durar apenas alguns minutos, pois ao entrarmos em sono profundo, o metabolismo fica lento, dificultando o processo de digestão. Caso queira dormir mais profundamente, espere de duas a três horas após a refeição. 
Respirar pela boca ou sorver alimentos
É comum pessoas com alergias respiratórias passarem a maior parte do tempo com as narinas entupidas, precisando respirar pela boca. Nesse cenário, ela acaba respirando pela boca também enquanto come, levando mais ar para o estômago e causando gases. O mesmo acontece quanto usamos canudinho ou sorvemos alimentos, como uma colher cheia de sopa. O ato de sugar a bebida ou o alimento também traz mais ar para dentro do corpo, podendo causar má digestão ou então intensificando um problema que a pessoa já tenha normalmente, como refluxo ou azia. 
Erros ao fazer exercícios
"Logo depois que você se alimenta, o organismo direciona maior fluxo sanguíneo para os órgãos envolvidos na digestão para que, dessa maneira, o processo seja realizado mais rapidamente", aponta o nutrólogo Fernando. Quando fazemos exercícios, por outro lado, quem solicita maior fluxo sanguíneo são os músculos. Assim, é fundamental esperar a digestão completa da refeição - que leva cerca de duas horas - para treinar, pois, do contrário, nenhuma atividade será bem realizada. Segundo o nutrólogo, a diminuição do fluxo sanguíneo ocorre até mesmo no cérebro e, por isso, é normal sentirmos preguiça, cansaço ou dificuldade de concentração logo após comer. O ideal, portanto, é esperar cerca de 15 minutos para voltar a trabalhar, estudar ou realizar outra atividade que exija atenção.
Roupas ou cintos apertados
Usar calças ou saias com elásticos apertados, bem como abusar dos cintos, pode apertar o estômago e obrigar a comida a retroceder para o esôfago. Após as refeições, seu estômago dilata por conta da produção de ácidos gástricos, e a pressão das roupas pode fazer com que esses ácidos retornem para o esôfago, causando azia e refluxo. Esse problema é mais intenso em pessoas que estão acima do peso, pois a obesidade aumenta ainda mais a pressão no estômago. Essa pressão pode empurrar o conteúdo do estômago para dentro do esôfago, causando azia. 
Fonte: Minha Vida

Bando usa carreta e explosivos em assalto a carro-forte no Sul do Piauí

Um carro-forte da empresa Servi-San foi alvo de assaltantes na tarde desta sexta-feira (21/11) na quilômetro 20 da rodovia PI-140, trecho entre os municípios de Canto do Buriti e Itaueira, região sul do estado.
O veículo foi interceptado pelos criminosos no início da tarde, quando os criminosos conseguiram fazer o motorista parar, utilizando uma carreta, que foi colocada atravessada na pista.
O carro-forte saiu da pista. Foi quando os criminosos aproveitaram para dinamitar as portas, arrombando o carro e recolhendo uma grande quantia em dinheiro.
Os criminosos também atiraram em veículos que passavam pelo local no momento do assalto. Não há informação de quanto em dinheiro foi levado pelos bandidos. A polícia está fazendo diligência na tentativa de encontrar os assaltantes.
CARRO FORTE MATERIA.jpg
Edição: Gonzagão

Garoto de 10 anos acusado de vários crimes e temido pela população é morto crivado de balas no CE

  O garoto estava em uma quadra quando foi alvejado pelos atiradores
Uma criança de 10 anos foi executada, na noite da última segunda-feria (17), na Rua Perpétuo do Socorro, em Icó (375Km de Fortaleza). De acordo com a Polícia, o menino, conhecido na cidade como ‘Neguinho da Maricô’, estava em uma quadra poliesportiva jogando futebol com colegas quando foi surpreendido pelos atiradores.
Quando ouviu os primeiros disparos, o menino correu e tentou se refugiar dentro de sua casa, mas foi perseguido e tombou morto no corredor da residência. Os dois criminosos, suspeitos da morte, fugiram em uma motocicleta Honda, modelo Fan, de cor vermelha e não foram identificados. 
O corpo da criança foi encaminhado ao núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) de Iguatu para ser necropsiado e, posteriormente, entregue à família.
Apreendido 
Conforme a Polícia, no último dia 12, o menino foi abordado por policiais depois de ser denunciado por populares que ouviram relatos de que ele teria sido autor de supostos roubos. O aparelho celular do garoto foi apreendido, porque foram encontradas fotos em que ele aparecia com uma arma de fogo em punho. 
Fonte: Diário do Nordeste 

'Cachorrão' vai em cana acusado de uma série de roubos em Parnaíba.

Agentes da policia civil lotados no 1º distrito policial e da delegacia de Buriti dos Lopes sob orientação do delegado regional de Parnaíba, Rodrigo Moreira Rodrigues, deram cumprimento à um mandato de prisão preventiva em desfavor do nacional Roberto Luís da Silva, o famoso Cachorrão.
O acusado teve o mandado expedido em razão do crime de furto qualificado expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, Dr. Marcelo Mesquita Silva.
Cachorrão é investigado como suspeito por vários arrombamentos em residências na cidade de Parnaíba, principalmente no bairro Nova Parnaíba.
A policia civil solicita a colaboração das vítimas nos crimes que ainda não registraram boletim de ocorrência que façam o mesmo, bem como as que reconhecerem como autor dos crimes que compareçam a delegacia com objetivo de reconhecer o investigado no andar das investigações.
Apesar das informações, poucas vítimas formalizaram as denúncias em desfavor do acusado, o que pode contribuir que o mesmo não responda a todos crimes da qual é acusado.
Os policiais civis ressaltam que mantém o compromisso com a segurança pública e a sociedade, estando sempre abertos ao recebimento de denúncias através dos chefes de investigações dos respectivos distritos.
Veja cópia do mandado de prisão:
 Edição: Parnaíba 24 Horas | Com Informações Portal do Catita

ÁGUA BELLA - TODOS OS PRODUTOS PARA PISCINAS

Piscinas, HAAS piscinas, produtos para piscinas, cloro, bomba, filtros,piscinas de fibra, material para limpeza de piscina e tratamento de água.
Água Bella é a revenda autorizada da hass Piscinas em Parnaíba. É a única no mercado com a garantia de 15 anos em sua estrutura.
Água Bella está localizada no km 16, da Br 343, estrada que liga Parnaíba a Buriti dos Lopes, no loteamento morada dos ventos e na Avenida Pinheiro Machado, 1275 - bairro Piauí . As Piscinas são montadas e instaladas no local. Avista 10% de descontos. Cheque ou carnê, sem juros. Na compra de uma unidade, o cliente ganha um brinde de um kit limpeza.
Ads by HQ-Video-Pro-1.9
Os telefones para contatos são: 86-3322-7182/3323-1126 e 9419-3975
Para se ter uma ideia, a venda de Piscinas tem aumentado com frequência por que os consumidores estão buscando o lazer eu suas próprias residências em razão do rigor provocado pela lei seca, sem falar no aumento da criminalidade na região, que atormenta segmentos da comunidade.

FILIAL EM LUÍS CORREIA ÁGUA BELLA PISCINAS

Foi inaugurada em Luis Correia a Água Bella Piscinas na Avenida José Maria de Lima, nº 979, bairro centro, em frente a padaria central.
Você de Luís Correia e regiões vizinhas corra já,aproveite e garanta sua Piscina e desfrute do melhor lazer em sua casa.
Fone: 3367-1761 / 9419-3975

Morre 'Seu Lunga', sucateiro que virou personagem da cultura nordestina

O sucateiro que se tornou um personagem da cultura popular nordestina, Joaquim Santos Rodrigues, conhecido como "Seu Lunga", morreu hoje pela manhã, por volta de 9h30, aos 87 anos, em decorrência de um câncer no esôfago. Ele estava internado no hospital São Vicente, em Barbalha. Seu Lunga morava com a esposa Carmelita Rodrigues Camilo e foi desse matrimônio que nasceram 13 filhos. Desses, há 11 vivos. Dois deles morreram em decorrência do mesmo problema do pai.
Biografia
Joaquim dos Santos Rodrigues nasceu em 18 de agosto de 1927, no Sítio Gravatá no município de Caririaçu, e viveu a infância com os pais e sete irmãos no município de Assaré. Recebeu um apelido por uma senhora, que era vizinha, e passou a chamá-lo de Calunga, que mais adiante se reduziu para Lunga. Com 16 anos de idade foi morar no município de Juazeiro do Norte. Casou em 1951 e tornou-se pai de treze filhos. Lunga era dono de uma sucata em Juazeiro do Norte que vendia de tudo, desde aparelhos de televisão a frutas.
Processo
Em 2011, Seu Lunga venceu um processo contra o cordelista Abrahão Batista, que utilizava o apelido do sucateiro em suas publicações. "Eu não desejo nenhuma indenização. Quero somente que ele deixe de escrever mentiras em meu nome", disse, à época, ao Diário do Nordeste. Abrahão publicou o cordel com o título "As histórias de Seu Lunga, o homem mais zangado do mundo", que narra frases e respostas atribuídas ao comerciante.
Boatos
Em 26 de julho de 2013, Seu Lunga enfrentou boatos que circularam na internet de que ele havia sido assassinado. Em entrevista ao Diário do Nordeste, respondeu ao estilo que o fizeram famoso: “Quero saber quem é o ‘fela da puta’ que disse isso. Agora vou viver mais 100 anos!”, desabafou.
Fonte: Diário do Nordeste

Dupla é presa acusada de uma série de furtos na zona praiana de Luis Correia

Por volta das 04:45hs de hoje(22) policiais militares do serviço reservado da CIPTur localizaram e prenderam no povoado Macapá, os nacionais Bruno Maciel da Conceição, conhecido "Bruno" do Macapá, de 18 anos, e seu comparsa Geovane Rodrigues da Costa, o "Geo", de 20 anos. 
A dupla foi localizada em uma residência abandonada na praia do Macapá em Luis Correia, que estavam em posse de vários objetos como: um ventilador, uma caixa para maquiagem, vários produtos de higiene pessoal além de uma sanduicheira, produtos esses procedentes da natureza de furtos e roubos.
Ambos foram conduzidos a Central de Flagrantes onde foram autuados pelo delegado Artur Barros Leal, por furto qualificado.
Bruno - considerado o terror na região praiana pela prática de arrombamentos
Bruno e Géo são considerados de alta periculosidade e estavam aterrorizando a região furtando e arrombando residências.
    Objetos furtados
Edição: Parnaíba 24 Horas  | Fonte: luiscorreiapolicia 24hs

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Divulgada segunda chamada do Classificatório EAD para Parnaíba

Segunda chamada Campus Parnaíba O Campus Parnaíba do Instituto Federal do Piauí divulgou a segunda chamada do Exame Classificatório EAD. Os convocados devem comparecer à Coordenação de Controle Acadêmico do Campus no dia 21 de novembro, no horário de 8h às 11h e de 14h às 17h, com os documentos (cópia e original), constantes no item 11.12 do edital, para efetuarem a matrícula.
Veja a lista completa(aqui)